Rosa Millennial: um mundo cor de rosa

Rosa Millennial



Todo ano a Pantone indica qual será a cor do ano, ou seja, aquela cor que fará mais sucesso entre os setores de moda, make e decoração. Para 2017, a cor apontada foi o Greenery (como contei para vocês nesse post aqui). Mas acontece que o ano já está quase acabando e cadê esse Greenery, gente? 👋 Parece que ele ficou totalmente OFF, pois o que só vemos nas vitrines e feeds alheios é o Rosa Millennial, justante um outro nome para o Rosa Quartz, que foi uma das cores escolhidas em 2016 (como contei nesse post aqui.) Parece que o jogo virou, não é mesmo? 😉

Resultado de imagem para rosa millennial


O Millennial é definido como um "rosa queimado", como se a cor estivesse em um filtro de instagram, rede no qual ele vem crescendo e se fortalecendo cada vez mais. Quem nunca admirou esses feeds maravilhosamente organizados, tudo na mesma paleta de cores, com fotos bem #TumblrStyle 😍 Organização que nunca conseguirei ter, mas é a vida né...
E o termo no qual foi rebatizado, Millennial, remete à cor do milênio, da nova geração que só quer viver a essa fase de romance e diversão sem amadurecer, assim também como lembra as coisas boas da vida: milkyshake, galera LGBT, cupcakes, infância, aquele episódio San Junípero de Black Mirror 💗 Ou seja, coisas boas que não queremos deixar para trás. 💜
Imagem relacionada

Se você é antenada, vai reconhecer o Millennal em peças de decoração, design, moda, maquiagem e em várias outras paletas de cores.

decoração





Resultado de imagem para rosa millennial

Vocês acham mesmo que essa é a cor que está bombando em 2017?
Me contem 😚





Eu não devia ter me apaixonado por você

Foto: reprodução.


Eu já sabia que estava apaixonada por você muito antes de te contar. Eu não queria acreditar, mas estava apaixonada. Quis pensar que fosse qualquer outra coisa: amizade, tesão, adrenalina…. Menos paixão. 
Porque eu não devia ter me apaixonado por você, no fundo já sabia que você não iria ficar, que você era efêmero. Ainda assim, lá estava eu. De quatro (literalmente) por você. 
Assim que tive noção da enrascada na qual me meti, tentei frear. Juro. Tentei fugir, te evitei, mas tinha algo em você que me prendia. 
Mas você vinha, olhava no meu olho por uns 4 segundos, fazia menção de dizer alguma coisa… e logo depois desistia, suspirava e me beijava. Eu me perguntava o que você queria dizer e tudo que ouvia era um “nada não. Deixa pra lá”. 
Você sabe muito bem ser enigmático. 
Me pegava imaginando qual seria o conteúdo das suas entrelinhas, será que um “estou apaixonado por você também? ”. Talvez sim, mas provável que não. 
Você foi embora, como imaginava que iria fazer um dia, e nunca saberei o que pensava entre um suspiro e outro. 
Nunca saberei se, durante nossos beijos, borboletas se agitavam na sua barriga também. 
Nunca saberei o que foi verdade, o que foi minha imaginação. 
Eu não devia ter me apaixonado por você.

- CG

Leia ouvindo: Deixe- me ir - 1Kilo